home LP, MÚSICA Kurt Vile – Hard Club (26/10/2018)

Kurt Vile – Hard Club (26/10/2018)

Dono de uma consistente presença em palco e um som sem mácula, o cantautor norte-americano Kurt Vile é exímio a criar uma teia de histórias, que une num todo coeso e eficaz na gestão da atenção do público. Com o mais recente e longo (quase 80 minutos de música) Bottle it in (Matador, 2018) na bagagem, um Hard Club bem composto acolheu calorosamente as suas músicas, que tanto devem a ícones como Lou Reed e Neil Young, semelhança ainda mais acentuada no registo ao vivo.

Com uma carreira a solo em crescendo, desde a saída dos War On Drugs Vile focou-se no desenvolvimento da sua personalidade artística, que passa pela afirmação de um Rock mais diletante e com letras interessantes a acompanhar, com resultados óptimos, como facilmente atesta a sua prestação neste concerto.

A espaços caíndo na facilidade dos “yeahs” e “ohs”, nunca deixou a actuação perder a pertinência, com uma excelente banda a acompanhá-lo imaculadamente. Pelo alinhamento, passaram algumas músicas do último álbum, perfeitas para o palco, mas também alguns temas do seu melhor disco à data: Wakin On A Pretty Daze ( Matador, 2013), como “Girl Called Alex” e “Wakin on a Pretty Day”. Para a despedida, o encore trouxe o seu hino “Pretty Pimpin”, para gáudio da plateia e fechou a festa com uma recordação do excelente Smoke Ring for My Halo (Matador, 2011).

Sem deslumbrar, Kurt Vile cumpriu um plano bem delineado de passar em revista a sua carreira neste concerto, para tal contribuindo o trabalho de excepção dos músicos e técnicos que o acompanharam.

Alinhamento:

Loading Zones
Goldtone
Bassackwards
Hysteria
Cold Was the Wind
Girl Called Alex
Runner Ups
Wakin on a Pretty Day
Wild Imagination

Encore:

Pretty Pimpin
Peeping Tomboy

Mais textos sobre Música AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *