Meio Homem Metade Baleia – José Gardeazabal (Comp. das Letras, 2018)

Meio Homem Metade Baleia, de José Gardeazabal, é um romance que incorpora uma narrativa alegórica, nutrida de uma linguagem múltipla que ultrapassa a consciencialização ou raciocínio lógico. Simbolicamente forte, a prosa é a única fonte capaz de romper barreiras, já que a missão de levar água aos menos desfavorecidos ou desprovidos de uma democrática organização …

Carta Nº 2 – Quero-o Tanto

Não tinha qualquer interesse no concerto que vimos naquela noite. Já não sei se esperava vê-lo a ele, ao amigo dele, ou simplesmente conhecer o bar. Passados trinta minutos perguntava-te se querias sair, tu resististe à ideia. Insisti, não me apetecia mesmo nada ficar ali – aquele desvio para vê-lo, ou apenas aproximar-me do mundo …

Os Intelectuais em Portugal na Idade Média – Armando Norte (Esfera dos Livros, 2020)

É possível que Os Intelectuais em Portugal na Idade Média tenha sido um dos livros mais injustamente ignorados do ano que passou. E nem será preciso atermo-nos ao campo da História. Um trabalho de enorme rigor, empenhado, vasto e com uma abrangência invulgar, que, no entanto, parece não ter chegado a tantos leitores atentos como …

Averno – Louise Glück (Relógio D´Água, 2020)

A atribuição do Nobel da Literatura tornou-se polémica, prejudicando o prestígio que granjeou durante décadas, mas também o laureado, cujo trabalho de uma vida é subitamente escrutinado por motivações bem para além da escrita (veja-se o caso de Peter Handke, por exemplo). Quando a Academia Sueca decide esquecer rancores e preconceitos bem públicos a escolha …